Sociedade civil católica, destinada à difusão da Cultura Ocidental e à atuação política em defesa da família, em observância à Doutrina Social da Igreja.

Sermão 265: A Ascensão do Senhor

Santo Agostinho 

1. Amados, hoje celebramos, como vocês sabem, a solenidade da Ascensão do Senhor. Como você ouviu, Ele subiu ao seu Pai e nosso Pai, ao seu Deus e ao nosso Deus [1] . Como nós merecemos ser irmãos com Cristo? De maneira alguma esperaríamos sermos seus irmãos se ele não tivesse assumido nossa fraqueza. Portanto, somos seus irmãos porque Ele é um homem. Quem foi que o Senhor dignou ser irmão; Senhor desde sempre, irmão a partir de um certo momento; Senhor em sua forma divina, irmão em sua forma de servo. Pois, existindo na forma de Deus, “não se prevaleceu de sua igualdade com Deus” [2] aqui estava o Senhor. Onde, então, é um irmão? Ele se aniquilou, tomando a forma de um servo [3]. Se fosse apenas um irmão, seria muito; Ele também tomou a forma de um servo e se dignou a ser um servo. Servo nosso ou não? Também o nosso, por causa de si mesmo, Ele diz: Eu não vim para ser servido, mas para servir [4] . Ele se refere à profecia segundo a qual o justo, com seu bom serviço, justificaria muitos [5] . Mas não vamos nos orgulhar. Frequentemente, o Senhor também serve seus servos doentes para ter servos saudáveis ​​para servi-lo; Ele serve os doentes até que eles se curem. Nosso Senhor serve os doentes. Ele não preparou a cura para os doentes de sua própria fraqueza? Pelos doentes Ele derramou seu sangue e com o colírio de seu sangue Ele ungiu os olhos dos cegos.

2. Aquele que é Senhor por natureza, se dignou a ser nosso irmão. Ele disse: Subirei ao meu Deus e seu Deus, ao meu Pai e seu Pai. A quem ele mandou que isso fosse anunciado? Vá – vos digo, digo -o aos meus irmãos, e desde que eu sou um irmão, subirei ao meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus [6] . Ele não disse: “Eu vou para o nosso Pai”; nem: “Eu ascendo ao nosso Deus”. Não restam palavras: meu Pai e seu Pai, meu Deus e seu Deus, essa distinção mostra algo que não devo manter em silêncio. Para meu pai, desde que eu sou filho único; ao seu Pai, porque você foi adotado através de mim. Para o meu Deus Como? Cristo não é uma criatura, mas na medida em que Ele é o Unigênito. Como então: para meu Deus? O salmo indica isso. É meu Deus porque tomei a forma de um servo: Você é meu Deus desde o ventre de minha mãe [7] . Se deixar de lado o seio de sua mãe, no qual você se tornou um homem, não é seu Deus, mas seu Pai. Deus é sempre seu Pai, Eterno Pai de um Filho eterno. Para ser seu Deus, Ele estava presente no seio da mãe e disse em profecia: “Você é meu Deus. Mas não é Deus seu como é nosso, é nosso Deus porque, sendo pecadores, Ele nos salvou, e Deus porque Ele foi feito homem sem pecado. É por isso que ele também se distinguiu quando falou sobre Deus: para meu Deus e seu Deus. Para o meu Deus. Como? Assim que Eu for homem. Por que, então, não é nosso Deus, se você é homem e homens somos nós? Pois um é o homem sem pecado que veio para apagar o pecado, e outro homem com pecado, a quem o Outro veio para livrá-lo do pecado. É, então, uma distinção, não uma separação. Nós o temos como Pai no céu, diferentemente de Cristo, pois ele, o Único Filho sem pecado, nos adotou. Nós o temos como Deus no céu, de uma maneira diferente de Cristo, porque Ele não tem pecado e nós somos pecadores. 

3. No entanto, é uma condescendência sua que o Apóstolo menciona: Herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo [8]. Encontramos um Pai no céu; nós pertencemos a uma grande família. De lá veio o filho para se tornar nosso irmão. Ele não abandonou o Pai quando veio a nós, nem nos abandonou quando retornou ao Pai. Acreditamos que Cristo está no céu e acreditamos que Ele está conosco. Como Ele está no céu, se Ele está conosco? Assim como Deus. Minha palavra está comigo e está com você; Ele está comigo em meu coração e com você em seus ouvidos. Se isto é possível à minha palavra, não poderia ser à Palavra de Deus? Ele certamente desceu quando Ele já estava aqui. O que significa “desceu”? Que Jesus Cristo estava presente. Como Jesus estava presente? Tornando-se um homem O que significa, então, “ascender”? Que o corpo de Cristo foi ressuscitado para o céu, não que sua majestade tivesse ido embora. Do lugar onde ele subiu, Ele descerá novamente e descerá ao subir. Os anjos disseram isso, não eu. Com efeito, os discípulos estavam em pé e observando-o enquanto ele subia. E eles disseram para eles: Homens galileus, o que você está fazendo aí? Este Jesus virá como você o viu ir para o céu [9]. O que significa que virá como? Que Ele será um juiz da mesma maneira que foi julgado. Visível apenas para os justos, visível também para os ímpios, virá a ser visto como justo e iníquo. Os ímpios poderão vê-Lo, mas não poderão reinar com Ele. 

4. Vamos celebrar, então, este dia sagrado da Ascensão – o quadragésimo dia após a ressurreição; o orbe da Terra celebra conosco. A Igreja, espalhada pelo mundo, também celebra conosco o dia do Pentecostes – o quinquagésimo dia; a celebração do vigésimo e trigésimo dia é um costume africano, não uma celebração de toda a Igreja. 


Notas:

[1] Cf. São João XX, 17

[2] Filipenses II, 6

[3] Filipenses II, 7

[4] São Mateus XX ,28

[5] Cf. Isaías LIII, 11

[6] São João XX,17

[7] Salmos XXI, 11

[8] Romanos VIII, 17

[9] Atos dos Apóstolos I,11

Boletim informativo do IJF
Receba, gratuitamente, no seu e-mail, nossas atualizações semanais.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.