Sociedade civil católica, destinada à difusão da Cultura Ocidental e à atuação política em defesa da família, em observância à Doutrina Social da Igreja.

Vida dos Santos Faustino e Jovito

John F. X. Murphy, Enciclopédia Católica

Mártires, membros de uma família nobre de Brescia; o irmão mais velho, Faustino, era sacerdote, o mais jovem, diácono. Por sua destemida pregação do Evangelho, eles foram denunciados perante o imperador Adriano, que, primeiro em Brescia, depois em Roma e Nápoles, os sujeitou a terríveis tormentos, após os quais foram decapitados em Brescia no ano 120, segundo os bolandistas, embora Allard (Histoire des Persécutions pendant les Deux Premiers Siècles, Paris, 1885) coloque a data já em 118. Os muitos “Atos” desses santos são principalmente de caráter lendário. Fedele Savio, S.J. o mais recente escritor sobre o assunto, questiona quase todos os fatos relatados sobre eles, exceto sua existência e martírio, que são muito bem atestados por sua inclusão em tantos dos primeiros martirológios e seu culto extraordinário em sua cidade natal, dos quais em tempos imemoriais, eles têm sido os principais patronos. Roma, Bolonha e Verona compartilham com Brescia a posse de suas relíquias. A sua festa é celebrada a 15 de fevereiro, data tradicional do seu martírio.

_______________________________

Fonte: Murphy, John F.X. “Sts. Faustinus and Jovita.” The Catholic Encyclopedia. Vol. 6. New York: Robert Appleton Company, 1909. 14 Feb. 2021 <http://www.newadvent.org/cathen/06019a.htm>.



Traduzido por Leonardo Brum.

[Segue abaixo oração aos santos, por ocasião de sua festa, a 15 de fevereiro, extraída do Missale Romanum, Ed. Vozes, 1943]

OREMOS

Ó Deus, que nos dais alegria com a festa dos vossos santos Mártires Faustino e Jovito, permiti que, regozijando-nos com seus merecimentos, nos inflamemos com seus exemplos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Boletim informativo do IJF
Receba, gratuitamente, no seu e-mail, nossas atualizações semanais.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.