Sociedade civil católica, destinada à difusão da Cultura Ocidental e à atuação política em defesa da família, em observância à Doutrina Social da Igreja.

Vida de Santa Prisca

Johann Peter Kirsch, Enciclopédia Católica

Foi uma mártir da Igreja Romana, cujas datas de nascimento e morte são desconhecidas. O nome Prisca ou Priscila é frequentemente mencionado pelas primeiras autoridades da história da Igreja de Roma. A esposa de Áquila, aluna de São Paulo, tinha esse nome. O túmulo de uma mártir Prisca foi venerado na Catacumba Romana de Priscila na Via Salaria. O local de sepultamento é explicitamente mencionado em todos os itinerários do século VII aos túmulos dos mártires romanos (De Rossi , “Roma sotterranea“, I, 176, 177). O epitáfio de uma cristã romana chamada Priscila foi encontrado na “Catacumba maior”, o Coemeterium maius, na Via Nomentana, não muito longe da Catacumba de Santa Inês [De Rossi , Bull . di arch. crist. (1888-1889), 130, nota 5]. Ainda existe no Aventino a igreja de Santa Prisca. Situa-se no terreno de uma igreja-título muito antiga, a Titulus Priscoe, mencionada no século V e construída provavelmente no quarto. No século XVIII foi encontrada perto desta igreja uma placa de bronze com uma inscrição do ano 224, pela qual um senador chamado Caius Marius Pudens Cornelianus obteve a cidadania em uma cidade espanhola. Como essas tábuas são geralmente colocadas na casa da pessoa homenageada, é possível que o palácio do senador ficasse no local onde mais tarde foi construída a igreja. A suposição provável é que a Prisca que fundou esta igreja-título, ou que, talvez já no século III, cedeu o uso de uma parte da casa ali existente para os serviços da igreja cristã, pertencia à família de Pudens Cornelianus. Não se pode provar se a mártir sepultada na catacumba de Priscila pertencia à mesma família ou era idêntica à fundadora da igreja-título. Ainda assim, é provável que haja alguma relação familiar, pois o nome Priscila também aparece na família senatorial dos Acilii Glabriones, cujo túmulo estava situado na Catacumba de Priscila na Via Salaria. O “Martyrologium Hieronymianum” menciona em 18 de janeiro uma mártir Priscila na Via Salaria (ed. De Rossi-Duchesne, 10). Esta Priscila é evidentemente idêntica à Prisca cujo túmulo estava na catacumba de Priscila e que é mencionada nos itinerários do século VII. Mais tarde, tradições lendárias identificaram a fundadora do Titulus Priscoe com a amiga de São Paulo, Priscila, cuja casa teria ocupado o local onde a igreja foi erguida posteriormente. Foi daqui que São Paulo enviou uma saudação em sua Epístola aos Romanos. Outra lenda relata o martírio de uma Prisca que foi decapitada no décimo marco da Via Ostiensis, e cujo corpo o Papa Eutiquiano teria transladado para a igreja de Prisca no Aventino. Toda a narrativa é anti-histórica e seus detalhes impossíveis. Como 18 de janeiro também é designado como o dia da execução dessa Priscila, ela é provavelmente a mesma que a mártir romana sepultada na catacumba de Priscila. Sua festa é celebrada em 18 de janeiro.
____________

Bibliografia
Acta SS., January, II, 184 sqq.; DUFOURCQ, Les Gesta martyrum romains, I (Paris, 1900), 169 sq.; GORRES, D. Martyrium d. hl. Prisca in Jahrbuch fur protest. Theologie (1892), 108 sq.; CARINI, Sul titolo presbiterale di S. Prisca (Palermo, 1885); DE ROSSI, Della casa d’Aquila e Prisca sull’ Aventino in Bull. d’arch. crist. (1867), 44 sq.; IDEM, Aquila e Prisca e gli Acilii Glabriones, ibid. (1888-9), 128 sq.; MARUCCHI, Les basiliques et eglises de Rome (2nd ed., Rome, 1909), 180 sq.; BUTLER, Lives of the Saints, January, I, 83.

Fonte:

MLA citation. Kirsch, Johann Peter. “St. Prisca.” The Catholic Encyclopedia. Vol. 12. New York: Robert Appleton Company, 1911. 17 Jan. 2021 <http://www.newadvent.org/cathen/12428c.htm>.

Traduzido por Leonardo Brum.

[Segue abaixo oração à santa, por ocasião de sua festa, a 18 de janeiro, extraída do Missale Romanum, ed. Vozes, 1943]

OREMOS

Fazei, ó Deus onipotente , que pela celebração do nascimento no Céu da bem-aventurada Prisca, Virgem e Mártir, sintamos as alegrias desta solenidade anual, e aproveitemos ao mesmo tempo o exemplo de tamanha fé. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

OREMUS

Da, quæsumus, omnípotens Deus: ut, qui beátæ Priscæ Vírginis et Mártyris tuæ natalítia cólimus; et ánnua solemnitáte lætémur, et tantæ fídei proficiámus exémplo. Per Dóminum Nostrum Jesum Christum.



Boletim informativo do IJF
Receba, gratuitamente, no seu e-mail, nossas atualizações semanais.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.