Sociedade civil católica, destinada à difusão da Cultura Ocidental e à atuação política em defesa da família, em observância à Doutrina Social da Igreja.

Epifania de Nosso Senhor

D. Crisóstomo d’Aguiar

Apesar de historicamente a epifania ser festa muito mais antiga que a solenidade no Natal, é com certeza  o primeiro desenvolvimento teológico daquela.

É a festa da Aparição ou Manifestação do Salvador à gentilidade, que os Magos orientais representavam. Havendo nós contemplado a Jesus, que no dia do seu nascimento nos apareceu, a Igreja, apresentando-nos os Magos como modelos, quer que, por uma estrela misteriosa, nós levados pela Fé, dom maravilhoso que nos faz amar e sentir a Cristo, vamos até Ele, solução de todos os problemas morais e intelectuais, no tempo, e que também se nos dará, na eternidade, em todo o esplendor da sua glória (Oração).

À luz da fé que nos conduziu a Cristo havemos de encarar (Epístola) o futuro de Jerusalém, isto é, da Santa Igreja.

Gloriosa será no decorrer dos séculos; ficará triunfante de todos os ataques; e todavia contra ela vemos reunidas todas as aparentes vantagens do número, da força, da riqueza, da segurança temporal!… Mas a fé que esclarece e fecunda a sua vida nos mostrará que a glória, o triunfo, a felicidade lhe virão de Cristo que nela vive.

[Segue abaixo texto contendo o próprio da Missa]

Boletim informativo do IJF
Receba, gratuitamente, no seu e-mail, nossas atualizações semanais.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.