Sociedade civil católica, destinada à difusão da Cultura Ocidental e à atuação política em defesa da família, em observância à Doutrina Social da Igreja.

Vida de São Sebastião

Klemens Löffler, Enciclopédia Católica

Mártir romano; Pouco se pode provar além do martírio que sofreu. No “Depositio Martyrium” da cronologia de 354, menciona-se que Sebastião foi sepultado na Via Apia. Santo Ambrósio (“In Psalmum CXVIII“; “Sermo“, XX, nº XLIV em PL, XV, 1497) afirma que Sebastião veio de Milão e foi venerado lá mesmo na época do próprio Santo Ambrósio.

Os Atos, provavelmente escritos no início do século V e subsequentemente atribuídos de maneira errônea a Santo Ambrósio, relatam que Sebastião era um oficial da guarda imperial e que havia realizado secretamente muitos atos de caridade e amor em favor de seus irmãos na fé. Quando, em 286, foi finalmente descoberto que ele era cristão, foi entregue a arqueiros mauritanos, que o trespassaram com flechas. No entanto, foi curado pela viúva Santa Irene. Ele finalmente foi morto por golpes de bastão. Tais relatos não têm base histórica e não são dignos de crédito.

O mosaico mais antigo de São Sebastião, que provavelmente pertence ao ano de 682, mostra um homem barbudo adulto em um traje de corte, mas sem vestígios de flecha alguma. Foi na arte do Renascimento que ele foi representado pela primeira vez como jovem e perfurado por flechas. Em 367, uma basílica, que é uma das sete principais igrejas de Roma, foi construída sobre seu túmulo. A igreja atual foi concluída em 1611 pelo Cardeal Scipio Borghese. Parte de suas relíquias foi levada em 826 para São Medrado, em Soissons. São Sebastião é considerado protetor contra pragas. Respostas famosas à oração por sua proteção contra pragas são relatadas em Roma em 680, em Milão em 1575 e em Lisboa em 1599. Sua festa é comemorada em 20 de janeiro.

Fonte : Löffler, Klemens. “Saint Sebastian”. The Catholic Encyclopedia. Vol. 13. Nova York: Robert Appleton Company, 1912. <http://www.newadvent.org/cathen/13668a.htm>.

Traduzido por Leonardo Brum a partir da versão espanhola, disponível em <https://ec.aciprensa.com/wiki/San_Sebasti%C3%A1n>.

[Segue abaixo oração ao santo por ocasião de sua festa, em conjunto com a de São Fabiano, a 20 de janeiro, extraída do Missale Romanum, Ed. Vozes, 1943]

OREMOS

Deus onipotente, considerai a nossa fraqueza, e, à vista do peso dos nossos pecados, que nos acabrunha, dignai-Vos fazer com que a intercessão dos vossos santos Mártires Fabiano e Sebastião, nos alivie e nos proteja. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

OREMUS

Infirmitátem nostram réspice, omnípotens Deus: et, quia pondua própriæ actiónis gravat, beatórum Fabiáni et Sebastiáni intercéssio gloriósa nos protégat. Per Dóminum Nostrum Jesum Christum.

Boletim informativo do IJF
Receba, gratuitamente, no seu e-mail, nossas atualizações semanais.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.