Vida de Santo Estêvão da Hungria


Resultado de imagem para stephen hungary sculpture
Estátua do Rei Santo Estêvão em Budapeste, Hungria.

Michael Ott, Enciclopédia Católica


Primeiro rei da Hungria, nasceu em Gran , no ano de 975; Morreu em 15 de agosto de 1038. Era filho do chefe húngaro Géza e foi batizado, juntamente com seu pai, pelo arcebispo Santo Adalberto de Praga em 985, ocasião em que mudou seu nome pagão Vaik (Vojk) para Estêvão. No ano de 995, casou-se com Gisela, irmã do duque Henrique da Baviera, que seria o futuro Imperador Santo Henrique II, e em 997 ele subiu ao trono da Hungria. Para converter a Hungria ao cristianismo e estabelecer-se mais firmemente como governante, enviou o abade Astericus a Roma para pedir ao Papa Silvestre II dignidade e poder reais para estabelecer sedes episcopais. O Papa concordou com seus desejos e, além disso, o presenteou com uma coroa real com a qual foi coroado em Gran em 17 de agosto de 1001 (ver HUNGRIA: História). Ele fundou um mosteiro em Jerusalém e hospedarias para peregrinos em Roma, Ravena e Constantinopla. Era amigo pessoal de São Bruno de Querfurt e se correspondia com o abade Santo Odilo de Cluny.

Nos últimos anos de sua vida, teve que enfrentar doenças e problemas familiares. Em 2 de setembro de 1031, quando seu único filho, Santo Emerico, perdeu a vida em uma caça aos ursos, sua esperança de transferir os reinos do governo para as mãos de um piedoso príncipe cristão foi frustrada. Durante sua vida, houve uma querela entre seus numerosos sobrinhos a respeito do direito de sucessão, e alguns deles até participaram de uma conspiração contra sua vida. Foi enterrado com seu filho em Székesfehérvár e ambos foram canonizados em 1083. Sua festa é comemorado em 2 de setembro, mas na Hungria seu principal feriado é comemorado em 20 de agosto, dia em que suas relíquias foram transferidas para Buda. Sua mão direita incorruptível é estimada como a relíquia mais sagrada da Hungria.

______________________________

Bibliografia : Existem três biografias antigas: Vita major em Mon. Germe Hist., Script., XI, 229-39, provavelmente escrito antes de 1083; Crônica Ungarorum em seg. Pol. Hist., I, 495-515, escrita em 1086; Vita menor em seg. Germe Hist., Script., XI, 226-9, escrito pelo ano 1100. Outra biografia foi escrita pelo HARTWIG logo após o Vita minor no Script. rerum Hung., I, 413-28, e baseia-se nos três anteriores. KARACSONYI, Szent Istvan kiraly elete (Budapeste, 1904); IDEM, Szent Istvan Kiraly Okleveley é um Szilveszter Bulla (Budapeste, 1894); HORN, St. Etienne, roi apostolique de Hongrie (Paris, 1899); STILTING, Vita s. Stephani regis Hungarioe (Raab, 1747; Kaschau, 1767); Butler, Vida dos Santos, 2 de setembro; BARING-GOULD, Vida dos Santos, 2 de setembro.

Fonte: Ott, Michael. "St. Stephen." The Catholic Encyclopedia. Vol. 14. New York: Robert Appleton Company, 1912. 1 Sept. 2019 <http://www.newadvent.org/cathen/14287a.htm>.

Traduzido por Leonardo Brum a partir da versão espanhola disponível em: <https://ec.aciprensa.com/wiki/Rey_San_Esteban>.

[Segue abaixo oração ao santo, por ocasião de sua festa, a 2 de setembro, extraída do Missale Romanum, ed. Vozes, 1943.]

OREMOS

Deus onipotente, dignai-Vos conceder à vossa Igreja, da qual o bem-aventurado Estêvão, vosso Confessor, foi propagador, enquanto reinava da terra, o tê-lo hoje por seu glorioso defensor nos Céus. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

OREMUS

Concéde, quæsumus, Ecclésiæ tuæ, omnípotens Deus: ut beátum Stéphanum Confessórem  tuum, quem regnántem in terris propagatórem hábuit, propugnatórem habére mereátur gloriósum in cælis. Per Dóminum Nostrum Jesum Christum.